Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Reflexos II (acrílico 50x100)

 

"Quando olhas as entranhas de ti próprio

E vês apenas o reflexo do calor a que te permitiste

Perguntas que fogo te consumiu e como te apagaste

Se tanto tinhas para dar e nada deste.

Não julgues que o que vês é o que foste

Porque na verdade não foste nada, foi um logro

E no final nem chama nem cinza

Choras o infortúnio e derretes a negro a luz mortiça."

 

 

 

 


publicado por toda às 15:08
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De mil sorrisos a 28 de Abril de 2008 às 23:54
Muito forte, tanto a tela como as palavras. São um excelente complemento uma das outras.
Beijos e Mil Sorrisos
:o)))))))))


De Sara V. a 29 de Abril de 2008 às 12:23
Está fantástico! Adoro as cores, já sabes... hehe!
E a forma como o escuro e o amarelo se posiciona está muito boa, dá até a ideia de podermos mentalmente construir imagens com forma e do abstracto partirmos para algo mais concreto. Está lindo!

Beijinhos


Comentar post

.mais sobre mim

.ouçam isto

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28


.posts recentes

. ... ao desbarato...

. Ânimo a dois tempos

. E fez-se!

. Pintar de Galo

. S/T (pastel seco 15x25)

. S/T ( pastel seco 15x25)

. Estou e não estou...

. Surpresas ainda não são p...

. Intervalo, aparentemente

. Colete de forças (acrílic...

.arquivos

. Fevereiro 2010

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.espreitas

blogs SAPO

.subscrever feeds